noticia-1

Grupo de Danças e Cantares Regionais no projeto MPGDP

Durante o início do mês de março, Tiago Pereira, o realizador responsável pelo projeto “A Música Portuguesa a Gostar Dela Própria” esteve em Santa Maria da Feira a convite do Grupo de Danças e Cantares Regionais do Orfeão da Feira.

Tiago Pereira, fundador e mentor do referido projeto, tem percorrido o país de norte a sul, assim como as ilhas, registando importantes aspetos do património popular português, “dando voz a quem não tem” nos palcos e meios de comunicação, procurando excluir o preconceito que há à volta deste tema. O fruto deste trabalho resultou já na criação de uma série para a RTP2 intitulada “O Povo que ainda canta” e um programa na Antena 1 com o mesmo nome, entre outros.

Santa Maria da Feira faz agora parte do maior projeto de música portuguesa tradicional dos nossos tempos. Foram dias intensos em que se gravou o canto e se descobriu a velha guarda popular com instrumentos ricos que transformam qualquer melodia popular numa sensação mística para quem assiste. Durante estes dias o Grupo de Danças e Cantares Regionais do Orfeão da Feira, assim como muitos individuais, com especial carinho para os de oitenta e noventa e muitos anos, foram vistos por milhares de pessoas, pelos tantos sítios pelos quais passou a divulgação do seu maior saber – o respeito e o gosto pelo canto e toque tradicional (e não só).

Nem as condições climatéricas adversas conseguiram parar este projeto cheio de vida, que percorreu o concelho de Santa Maria da Feira de norte a sul à descoberta de tradições musicais únicas e que, cada vez mais, devem ser valorizadas pelo povo Feirense pelo seu caráter cultural riquíssimo. Santa Maria da Feira não vai ficar igual a si própria depois da passagem deste projeto pelo território. Não é possível ficar indiferente à força da tradição e costumes do nosso povo, vistos pela objetiva de Tiago Pereira que sempre disse às velhinhas que “não conseguia pôr ninguém feio”. 

Para o responsável do Grupo, Fábio Pinto, “Registou-se para todo o sempre importantes aspetos do canto e toque popular do nosso território e salvamos com enorme dignidade a memória daqueles que gravamos, desde a viola do ti David à Maria Cantadeira ou do Sr. João Justo à Cidália, Micas e Madalena, incluindo todos os Grupos e individuais que o projeto gravou, sendo de enaltecer a característica humana de cada um que prontamente perceberam a importância deste registo.”

Este projeto foi apresentado no foyer do Cineteatro António Lamoso na rubrica “Ás quartas há” e o Grupo não podia deixar de se sentir orgulhoso pela sala esgotada com tantos apaixonados pela música tradicional.

Sem a vontade e experiência do realizador Tiago Pereira, sem o apoio incondicional do Vereador da Cultura, Gil Ferreira, e sem a dedicação do Orfeão da Feira e do seu Grupo de Danças e Cantares Regionais, hoje, Santa Maria da Feira não faria parte deste grande projeto que é a Música Portuguesa a Gostar Dela Própria. 

Deixar um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *